obrigado1
 
 
QUEM SOMOS | COMO ANUNCIAR | FALE CONOSCO
Destaque: 26/07 |
NOTÍCIAS
 
Dor nas costas acomete maioria das pessoas
Geral - 08/10/2016

A dor nas costas representa a primeira causa de falta ao trabalho e a segunda maior razão de procura ao médico no planeta. Estudos demonstram que mais de 50% das pessoas que vão a um pronto-socorro sentem dor, sendo que a dor nas costas é a primeira causa dentre as dores que afetam o sistema músculo esquelético. Estes dados confirmam a importância atual do tema para a sociedade e também dos tratamentos disponíveis, inclusive cirúrgicos, para o alívio ou cura das lesões e doenças da coluna vertebral.

Segundo o cirurgião ortopedista e especialista em coluna, Piero Scarparo (foto, Galeria de Fotos), aproximadamente 95% das pessoas que procuram ajuda no consultório ou em hospitais com dor nas costas não possuem um problema grave. Nestes casos, o uso correto de medicamentos, o descanso, a mudança de algum hábito de postura e a fisioterapia resolvem a questão em pouco tempo. “Em geral são dores posturais, musculares ou ligamentares associadas a movimentos de rotação ou torção do tronco carregando peso, longos períodos na mesma posição sem se mexer ou pequenos incidentes em casa ou no trabalho ao se levantar ou abaixar”, explica ele, reforçando que um especialista deve ser procurado sem demora.

As dicas para prevenir o desconforto são simples, como não permanecer mais de duas horas imóvel e fazer pausas no trabalho estático ou quando se estiver dirigindo por muitas horas para esticar as pernas. Além disso, a prática regular de atividades físicas, o combate ao tabagismo e o controle da obesidade são importantes aliados para a boa saúde da coluna, uma pilha de ossos chamados vértebras ligados por articulações e separados por discos de cartilagem. Ela serve de apoio a outros ossos do esqueleto e protege a medula espinhal, de onde saem os nervos responsáveis por todos os movimentos e sensações.

Cerca de 5% daqueles que tem dores nas costas apresentam problemas que necessitam tratamentos mais especializados, como alguns tipos de hérnia de disco e de osteoartrose nos idosos, além de outras doenças mais específicas. Ações clínicas acompanhadas de reabilitação física conduzida por fisioterapeuta especializado conseguem controlar e resolver o problema para a maior parte deste grupo, mas uma minoria não responde a estes tratamentos e demanda por procedimentos intervencionistas. “Avançamos bastante nos últimos 15 anos em técnicas e tecnologias para tirar a dor e solucionar lesões na coluna vertebral”, explica Piero Scarparo.

Ele e outros cirurgiões ortopedistas fazem parte da equipe clínica da coluna do Hospital Especializado de Ribeirão Preto, onde realizam cerca de 90 procedimentos minimamente invasivos por mês com altíssimo índice de sucesso. Entre os mais frequentes estão os procedimentos de bloqueio de dor, radiofrequência, endoscopia da coluna vertebral e a vertebroplastia, realizados em sua maioria em ambiente ambulatorial do centro cirúrgico, com anestesia local, uso de sedação, alta hospitalar no mesmo dia e um rápido período de recuperação.

Sobre o Hospital Especializado – Fundado em 2004, o Hospital Especializado (www.hospitalespecializado.com.br) e sua equipe multidisciplinar de cirurgiões plásticos, ortopedistas, cirurgiões da mão, microcirurgiões e cirurgiões de câncer, têm trabalhado em conjunto atingindo resultados significativos do ponto de vista funcional e estético. Transformou-se rapidamente num dos poucos centros médicos do país a atuar em áreas de alta complexidade, consolidando-se também como referência em toda a região de Ribeirão Preto e interior de São Paulo e do Brasil.

 

 

(Fotos: reprodução e divulgação)

 

Este site foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 3.0 Não Adaptada.

Permitida a reprodução apenas se citadas a fonte: www.mococa24horas.com.br e autoria: Conceito Comunicação

 
 
 Voltar  Topo  Imprimir
 
 
classificados2 institucional
CLASSIFICADOS
DINHEIRO
HUMOR
BLOG