obrigado1
 
 
QUEM SOMOS | COMO ANUNCIAR | FALE CONOSCO
Destaque: 22/07 |
NOTÍCIAS
 
PM deflagra Operação Eleições 2016
Polícia - 01/10/2016

O setor de Comunicação Social da Polícia Militar do Estado de São Paulo está anunciando que cerca de 60 mil policiais militares participarão da Operação Eleições 2016 neste sábado e domingo, dias 1º e 2, com o objetivo de garantir a segurança nos cartórios eleitorais, locais de votação, postos de justificação e de apuração em todo o Estado.

O 24º Batalhão de Polícia Militar do Interior, responsável pela atuação policial militar em Mococa e em São João da Boa Vista, Águas da Prata, Divinolândia, São Sebastião da Grama, Espirito Santo do Pinhal, Santo Antônio do Jardim, Aguaí, Vargem Grande do Sul, Itobi, Casa Branca, Santa Cruz das Palmeiras, Tambaú, Caconde, São José do Rio Pardo e Tapiratiba, faz parte da Operação:

“A Polícia Militar informa que aproximadamente 60 mil policiais militares participam da Operação Eleições no próximo fim de semana. O policiamento será intensificado para garantir a segurança e a tranquilidade dos mais de 32 milhões de eleitores que deverão votar nas 645 cidades do Estado onde ocorrem as eleições municipais 2016.

Além dos 60 mil policiais que estarão nas ruas, mais de 8 mil viaturas e 22 aeronaves participam da Operação, que envolve também o Policiamento Ambiental, Corpo de Bombeiros, Policiamento de Choque, Policiamento de trânsito urbano e rodoviário, que inclusive realizará a Operação Direção Segura.

Os policiais militares serão responsáveis pela segurança dos cartórios eleitorais, dos locais de votação, dos postos de justificação e da apuração. Já no sábado (01 de outubro), 24 horas antes do início das eleições, os policiais militares farão a segurança das urnas eletrônicas, bem como sua escolta até os locais de votação.

Somente na capital paulista, que conta com mais de 8 milhões de eleitores, 16 mil policiais militares ficarão responsáveis pela segurança dos 58 cartórios eleitorais e de aproximadamente 2 mil escolas onde ocorrem as votações.

Desde a última terça-feira (27), até 48 horas após o encerramento das eleições, a legislação eleitoral proíbe a prisão ou detenção de qualquer eleitor, salvo em flagrante delito ou em virtude de sentença criminal condenatória por crime inafiançável, ou, ainda, por desrespeito a salvo-conduto.

Constituem crime no dia da eleição, o uso de alto-falantes e amplificadores de som ou a promoção de comício ou carreata, a arregimentação de eleitor ou a propaganda de boca de urna e a divulgação de qualquer espécie de propaganda de partidos políticos ou de seus candidatos.

A Polícia Militar estará com todo o seu efetivo empregado para garantir a segurança da população. Votar é um exercício de cidadania. Vote consciente”.

 

 

(Foto: Polícia Militar/divulgação)

 

Este site foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 3.0 Não Adaptada.

Permitida a reprodução apenas se citadas a fonte e autoria: www.mococa24horas.com.br

 
 
 Voltar  Topo  Imprimir
 
 
institucional classificados2
CLASSIFICADOS
DINHEIRO
HUMOR
BLOG