obrigado1
 
 
QUEM SOMOS | COMO ANUNCIAR | FALE CONOSCO
Destaque: 23/09 |
NOTÍCIAS
 
Vacinação contra HPV para meninos segue em Mococa
Cidade - 19/01/2017

A vacina contra o HPV em meninos com idade entre 12 e 13 anos de idade já está disponível nas unidades de saúde de Mococa (Centro de Saúde “Dr. José Paione”, o PPA, as unidades básicas de saúde nos bairros Francisco Garófalo, Mocoquinha, Vila Santa Rosa, “Nenê Pereira Lima”, Santa Clara, Cohab II, Vila Lambari e nos distritos de Igaraí e São Benedito das Areias).

“O esquema vacinal para os meninos contra HPV é de duas doses, com seis meses de intervalo entre elas. A vacina disponibilizada é a quadrivalente, que já é oferecida desde 2014 pelo SUS para as meninas. Confere proteção contra quatro subtipos do vírus HPV (6, 11, 16 e 18), com 98% de eficácia para quem segue corretamente o esquema vacinal. Vale ressaltar que os cânceres de garganta e de boca são o 6º tipo de câncer no mundo, com 400 mil casos ao ano e 230 mil mortes. Além disso, mais de 90% dos casos de câncer anal são atribuíveis à infecção pelo HPV, o Papiloma Vírus Humano”, informa em nota o Ministério da Saúde.

“A estratégia tem como objetivo proteger contra os cânceres de pênis, garganta e ânus, doenças que estão diretamente relacionadas ao HPV. A definição da faixa-etária para a vacinação visa proteger as crianças antes do início da vida sexual e, portanto, antes do contato com o vírus”, salienta o Ministério da Saúde. 

A campanha de vacinação está sendo realizada em todo o Brasil por meio do Ministério da Saúde e a vacina estará disponível nos postos de saúde durante todo o ano como parte da rotina de imunização.

Eficácia comprovada – “Atualmente, a vacina HPV para meninos é utilizada como estratégia de saúde pública em seis países (Estados Unidos, Austrália, Áustria, Israel, Porto Rico e Panamá). Portanto, o Brasil assegura a sétima posição e a vanguarda na América Latina. A vacina é totalmente segura e aprovada pelo Conselho Consultivo Global sobre Segurança de Vacinas da Organização Mundial de Saúde (OMS).

A decisão de ampliar a vacinação para o sexo masculino está de acordo com as recomendações das Sociedades Brasileiras de Pediatria, Imunologia, Obstetrícia e Ginecologia, além de DST/AIDS e do mais importante órgão consultivo de imunização dos Estados Unidos (Advisory Committee on Imunization Practices)”, salienta o Ministério da Saúde.

Mesmo vacinado, o adolescente deverá usar preservativo (camisinha) nas relações sexuais.

O que levar para tomar a vacina - Para se vacinar é preciso apresentar documento com foto ou o cartão de vacinação e estar acompanhado dos pais ou responsável.

Serviço – Para saber o posto de saúde mais próximo de sua residência ou outras informações: (19) 3666-5200; 3665-4492; 3656-0590.

 

 

(Foto ilustrativa: divulgação)

 

Este site foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 3.0 Não Adaptada.

Permitida a reprodução apenas se citadas a fonte e autoria: www.mococa24horas.com.br

 
 
 Voltar  Topo  Imprimir
 
 
institucional classificados2
CLASSIFICADOS
DINHEIRO
HUMOR
BLOG