obrigado1
 
 
QUEM SOMOS | COMO ANUNCIAR | FALE CONOSCO
Destaque: 22/05 |
NOTÍCIAS
 
Jornal da EPTV destaca os doces de Mococa
Cidade - 31/01/2017

O Jornal da EPTV, emissora afiliada da TV Globo na região, destacou o trabalho das doceiras de Mococa, dentre elas, Arminda Bertasso, e o portal de notícias da TV Globo, g1.globo.com, G1 São Carlos e Araraquara, está repercutindo, confira:

“Dos tachos de dona Arminda Bertasso saem doces cristalizados, compotas e geleias. Sai também um pouco da história de Mococa (SP), que transformou as receitas da doceira em patrimônio cultural.

A produção é feita em uma cozinha industrial instalada na casa da idosa. No dia da visita da reportagem, ela e as três funcionárias trabalhavam na produção de doce de batata roxa, goiabada e figo cristalizado.

"Tem que tirar, colocar na peneira, escorrer a calda e passar no açúcar para cristalizar", explicou a doceira Nilce Aparecida de Lima Arcas ao manusear os figos.

São 25 tipos de guloseimas, desde os doces tradicionais, como o de pêssego, até os mais exóticos, como a compota de jaca e o doce de melancia.

Tradição

 A fábrica de dona Arminda [foto] é uma das mais tradicionais do município. Existe há 40 anos.

Ela relatou que aprendeu as receitas com a mãe e, depois de décadas de produção, resolveu colocar tudo em um livro. "Um queria receita o outro queria receita. Eu falei: 'Vamos fazer um livro e aí a gente já vende ou dá'", contou.

Famosos, os doces são vendidos no varejo e são os clientes que vão até a fábrica.

"O doce que vende o ano inteiro é a goiabada, ela, por si só, é um carro-chefe do estabelecimento", comentou a filha de Arminda, Rita de Cássia Bertasso.

Tendência

 Em outra fábrica da cidade a produção também segue a todo vapor. Nela, são reproduzidas as tradicionais receitas de dona Diva, uma doceira famosa em Mococa e falecida há dois anos.

"Era a doceira mais famosa de Mococa. Qualquer pessoa para quem se perguntar quem era a Diva doceira vai saber", disse a funcionária Alaíde Vasconcelos Trindade.

Dona da fábrica, lara Saboya Pisani faz planos de montar uma loja para vender os doces e está de olho numa tendência de mercado que promete aquecer ainda mais as vendas: os doces artesanais estão sendo procurados por donos de buffetss que organizam grandes festas, como casamentos.

"Esse é um doce de antigamente, é o doce da nossa vó, é o doce que a nossa bisavó fazia e os buffets começaram a procurar para ter esse diferencial e atender também essa tendência do retro”.

 

 

 

(Foto: Eder Ribeiro/EPTV/divulgação)

 

 

Este site foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 3.0 Não Adaptada.

Permitida a reprodução apenas se citadas a fonte e autoria: www.mococa24horas.com.br

 
 
 Voltar  Topo  Imprimir
 
 
classificados2 institucional
CLASSIFICADOS
DINHEIRO
HUMOR
BLOG