obrigado1
 
 
QUEM SOMOS | COMO ANUNCIAR | FALE CONOSCO
Destaque: 24/06 |
NOTÍCIAS
 
CPFL anuncia campanha sobre os perigos da energia elétrica
Região - 15/06/2017

A CPFL Energia está anunciando que inicia uma campanha de segurança destinada a alertar a população sobre os perigos da rede elétrica e reduzir o número de acidentes. Com a mensagem “Chega de Choque”, o objetivo é reduzir os índices de acidentes com profissionais liberais, como pintores de fachadas, calheiros, colocadores de painéis, eletricistas particulares e trabalhadores da área rural, além de alertar a população sobre outros perigos, como o de se empinar pipas próximo da rede elétrica, usar cabos energizados para pendurar bandeirolas durante festas juninas, fazer ligações elétricas sem conhecimento etc.

A campanha, que terá duração até dezembro deste ano, também contempla diversas “blitz” pelas cidades de sua área de concessão, com a distribuição de folders e materiais alusivos em lojas de materiais de construção, sindicatos e associações de bairro, alcançando 623 municípios das áreas de atuação das 9 distribuidoras da empresa nos estados de São Paulo e Rio Grande do Sul, dentre elas, a CPFL Mococa, que atende Mococa; Itamogi, Arceburgo e Monte Santo de Minas/MG, e a Companhia Leste Paulista de Energia, que atende São José do Rio Pardo, Casa Branca, Caconde, Divinolândia, Itobi, São Sebastião da Grama e Tapiratiba.

“A conscientização dos riscos reais que a eletricidade oferece pode evitar que acidentes aconteçam. A campanha pretende incentivar os profissionais e a população em geral a adotar medidas de segurança, planejamento e o uso adequado de equipamentos de proteção. Ela é uma contribuição da CPFL para um tema que afeta a vida das pessoas em todo o País”, afirma o diretor de Comunicação e Relações Institucionais da CPFL Energia, Fabio Caldas. 

Acidentes na rede elétrica - “Os números de acidentes com a rede elétrica envolvendo profissionais liberais e a população geral motiva a ação: em 2015, ocorreram 75 acidentes na rede elétrica do Grupo CPFL, sendo 15 deles fatais. Em 2016, a quantidade de acidentes caiu, mas o número de vítimas fatais aumentou. No ano passado, foram registrados 50 casos que vitimaram 25 pessoas. Esse ano, entre janeiro e abril, foram anotados 20 acidentes, sendo 13 fatais.

As distribuidoras do Grupo CPFL Energia trabalham de forma permanente o tema da segurança para conscientizar a população sobre os riscos da energia elétrica, ampliando a questão para outras questões sensíveis envolvendo a rede e os clientes. Exemplo disso é o apoio à campanha do “Maio Amarelo”, promovida mundialmente e que prega maior segurança no trânsito”, informa em nota a empresa.

“As concessionárias de energia do Grupo CPFL trabalham o tema da segurança na rede durante todo o ano. Agora, iniciamos mais uma ação para tentar valorizar a vida e reforçar a importância do trabalho mais seguro. Esperamos que tanto as pessoas como os profissionais sigam as orientações e procurem informações sobre segurança, pois não existe nada mais gratificante do que voltar para casa todos os dias com saúde e alegria”, destaca em nota o gerente de Saúde e Segurança do Trabalho da CPFL Energia, Marcos Victor Lopes.

"No Brasil, segundo levantamento realizado pela Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade (Abracopel), foram registrados 814 acidentes com choque elétrico em 2016, sendo 599 fatais – quase dois por dia. Dentre esses casos, 147 eram profissionais da construção civil e manutenção predial – na sua maioria autônoma. Perderam a vida 82 pedreiros, pintores, soldadores, serralheiros e ajudantes, oito trabalhadores do ramo de instalação de fachadas e painéis e 57 eletricistas", informa.

 

 

 

(Foto: CPFL Energia/divulgação)

 

 

Este site foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 3.0 Não Adaptada.

Permitida a reprodução apenas se citadas a fonte e autoria: www.mococa24horas.com.br

 
 
 Voltar  Topo  Imprimir
 
 
institucional classificados2
CLASSIFICADOS
DINHEIRO
HUMOR
BLOG