obrigado1
 
 
QUEM SOMOS | COMO ANUNCIAR | FALE CONOSCO
Destaque: 24/09 |
NOTÍCIAS
 
Vigilância flagra remédios vencidos em postos de Mococa
Cidade - 18/08/2017

O portal de notícias da TV Globo, g1.globo.com, G1 São Carlos e Araraquara, está informando nesta sexta-feira, 18, que a Vigilância Sanitária de Mococa encontrou milhares de medicamentos e materiais farmacêuticos vencidos nos postos de saúde do município.

A reportagem feita pela jornalista Patrícia Moser também foi destaque nesta sexta-feira, 18, no Jornal da EPTV, emissora afiliada da TV Globo na região:

“A Vigilância Sanitária de Mococa (SP) encontrou milhares de medicamentos e materiais farmacêuticos vencidos nos postos de saúde da cidade. Todo o material foi recolhido e o caso será investigado.

Vistoria em postos

A fiscalização durou duas semanas e foi iniciada após a descoberta de alguns itens vencidos nos postos. Ao todo, foram encontrados fora da validade 46 mil escovas utilizadas em papanicolau, quase 3,9 mil espéculos vaginais, 9.620 pinças plásticas, 46 mil testes de gravidez, 44,6 mil tiras de teste de glicemia, 80 mil conjuntos de agulha e seringa para insulina, além de 2,4 mil cápsulas de pó para alimentação de sonda.

"Assim que nós identificamos o primeiro lote vencido, determinei uma auditoria imediata em todas as unidades de saúde, o que foi feito de maneira bastante eficaz pela equipe da Vigilância Sanitária, e o que nós pudemos constatar foi justamente isso: milhares de medicamentos e insumos de medicamentos para realização de exames vencidos", disse o prefeito de Mococa, Wanderley Martins.

Descarte

Uma parte do material foi levada para o Posto de Pronto Atendimento (PPA) para posterior descarte e o restante foi retirado por uma empresa especializada.

"As providências iniciais foram apreensão e descarte desse material e agora o relatório da Vigilância Sanitária será encaminhado ao Departamento Jurídico, que posteriormente encaminhará aos órgãos de controle, Ministério Público Estadual e Tribunal de Contas do Estado de São Paulo", afirmou Martins.

"Agora as investigações específicas para ver quando foram adquiridos, por que foi adquirido tanto material, o que ocasionou um dano enorme ao dinheiro público, ao erário, isso tudo partirá justamente desses órgãos. O que nós temos são medicamentos e materiais vencidos de 2014, 2012, 2016. Enfim, além da compra excessiva, nunca houve uma fiscalização nesse sentido", finalizou o prefeito.

Medicamentos na validade

Segundo a diretora de Saúde, Eliana Mazucato, os medicamentos que estão dentro do prazo de validade já foram armazenados em um nova sala até que o novo almoxarifado fique pronto e organizado pelos lotes. Ela disse ainda, que a qualidade desses medicamentos não foi prejudicada porque eles estavam em caixas separadas, por isso não havia o risco de contaminação.

Os medicamentos que estão na validade serão utilizados conforme prazo de vencimento, para que nenhum deles seja perdido”.

 

 

 

Fonte e autoria da notícia: G1 São Carlos e Araraquara

 
foto3.jpg
 
 Voltar  Topo  Imprimir
 
 
classificados2 institucional
CLASSIFICADOS
DINHEIRO
HUMOR
BLOG