obrigado1
 
 
QUEM SOMOS | COMO ANUNCIAR | FALE CONOSCO
Destaque: 17/01 |
NOTÍCIAS
 
Começa Olimpíada Internacional em Poços de Caldas
Sul de Minas - 16/09/2015

Cerca de 300 pessoas estiveram reunidas na segunda-feira, 14, no auditório do Palace Casino, no Centro de Poços de Caldas, para prestigiar a cerimônia de abertura da nona edição da Olimpíada Internacional de Ciências da Terra (International Earth Science Olympiad – IESO, na sigla em inglês), promovida pela International Geoscience Education Organization (IGEO) e realizada, neste ano, pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas (IFSULDEMINAS). Essa é a primeira vez que o evento é organizado no Brasil.

Prestigiaram a solenidade 28 delegações que representam os países participantes e observadores da olimpíada científica, além de autoridades, representantes de instituições parceiras e comunidade acadêmica. Para compor a tribuna de honra, foram convidados o reitor do IFSULDEMINAS e anfitrião do evento, professor Marcelo Bregagnoli; o presidente da Organização Internacional de Educação em Geociências (IGEO), que promove a IESO, Rajasekhariah Shankar; o secretário de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação (Setec/MEC), Marcelo Feres; e o diretor de Desenvolvimento da Setec/MEC, Luciano Toledo.

As 23 equipes que disputam a competição entraram no auditório com a bandeira de seus países: Brasil, Austrália, Áustria, França, Alemanha, Índia, Indonésia, Israel, Itália, Japão, Cazaquistão, Coreia, Noruega, Paquistão, Portugal, Romênia, Rússia, Espanha, Sri Lanka, Taiwan, Tailândia, Ucrânia e Estados Unidos. A Argentina, Bolívia, África do Sul, Malawi e Iran participam do evento apenas como observadoras.

Capacidade de mobilização e popularizar conhecimento – O reitor do IF Sul de Minas, Marcelo Bregagnoli (foto; Galeria de Fotos), ressaltou a importância do envolvimento de toda a instituição na realização da olimpíada. “Tudo se resume à palavra equipe, um evento dessa dimensão só ocorre quando as pessoas se envolvem efetivamente na sua organização e o IF Sul de Minas tem se destacado nesse aspecto, pela capacidade de mobilização. Esse evento consagra uma ação efetiva de inserção da instituição na sociedade.”

Já o presidente da IGEO, Rajasekhariah Shankar (foto; Galeria de Fotos), fez questão de agradecer aos idealizadores do evento, especialmente ao professor Marcelo Bregagnoli, ao secretário de Educação Profissional e Tecnológica, Marcelo Feres, e ao diretor de Desenvolvimento da Setec/MEC, Luciano Toledo. Além disso, agradeceu às nações que vieram à IESO 2015 apenas como observadoras e disse, em português: “estou muito feliz em estar aqui hoje!”. Segundo Shankar, a IESO não é apenas uma competição, é a oportunidade de incrementar e popularizar os conhecimentos sobre as ciências da terra. “Nós estamos caminhando na direção correta”, complementou. O pesquisador finalizou seu discurso desejando que todos aprendam mais, façam amigos e divirtam-se, pois os jovens são o futuro do planeta.

Ao falar sobre a competição, o secretário de Educação Profissional e Tecnológica, Marcelo Feres, reconheceu os ganhos para os estudantes e professores ao enfatizar que esse tipo de olimpíada promove, além da competição, a integração, o aprendizado, o enriquecimento cultural, desenvolvendo e ampliando a capacidade dos estudantes. “O Brasil fez uma escolha estratégica, com a valorização e o crescimento da educação profissional, e começa a ser reconhecido no cenário internacional em relação à qualidade. A criação dos institutos federais e a expansão de matrículas em cursos técnicos mostram que estamos no caminho certo”, ressaltou.

Para o diretor de Desenvolvimento da Setec, Luciano Toledo, a inciativa de trazer uma olimpíada desse porte ao Brasil fortalece a educação profissional e tecnológica nas políticas públicas. “Esse tipo de competição vai ao encontro da expectativa dos países de buscar alternativas para desenvolver suas economias e promover a equidade social”.

O integrante da Comissão Científica da IESO, Roberto Greco, foi convidado ao palco para falar sobre o formato das provas (teóricas e práticas) que, neste ano, foram reformuladas. De acordo com o professor, os testes exigirão mais raciocínio por parte dos candidatos e menos memorização. Os estudantes terão que refletir para responderem às questões, que irão conectar todas as esferas que envolvem o planeta Terra, como a litosfera (rochas), hidrosfera (água) e a atmosfera (gases). Além disso, as questões contemplam as relações do planeta Terra com o sistema solar - as influências sobre as marés - e com a biosfera, assim como, sobre vários fenômenos naturais existentes.

A cerimônia contou ainda com a participação do 29º Batalhão da Polícia Militar de Minas Gerais, que executou o hino nacional. Uma apresentação de samba de gafieira e forró arrancou aplausos do público, ao demonstrar um pouco da cultura brasileira aos estrangeiros (foto; Galeria de Fotos).

IESO no Brasil – Essa é a primeira vez que a IESO está sendo realizada no Brasil. Durante uma semana, de 14 a 20 de setembro, estudantes, professores e observadores estarão envolvidos em matérias como geologia, meteorologia, ciência ambiental e astronomia terrestre. O conhecimento nessas disciplinas será testado por meio de provas teóricas e práticas.

A programação do evento inclui além desde atividades científicas, oportunidades de troca de experiências e de interação entre os participantes, apresentações culturais, visita a pontos turísticos da cidade e viagens técnicas aos campi do IF Sul de Minas.

Para participar da competição, essas equipes são selecionadas em disputas nacionais. No Brasil, os medalhistas da Olimpíada Brasileira de Agropecuária (OBAP) compõem a equipe brasileira representada pelos alunos do Instituto Federal do Espírito Santo Antônio Vítor Dehet-Many, Cláudio de Brito da Silva, Daiany Gomes de Miranda, Geferson Rocha Santos, Maria Fernanda de Ganja, e pela aluna do IF Sul de Minas – Campus Inconfidentes, Shéron Luma de Oliveira.

Para Sheron, representar o Brasil nessa etapa internacional é uma grande responsabilidade. “Acredito que nossa equipe está bem preparada para disputar a competição, tive contato com várias pessoas, que me auxiliaram nos estudos e treinamento para as provas”.

 

(Fotos: divulgação)

 
IMG_3249.JPG
IMG_3254.JPG
IMG_3291.JPG
 
 Voltar  Topo  Imprimir
 
 
dengue1 classificados2 institucional
CLASSIFICADOS
booked.net
DINHEIRO
HUMOR
BLOG