obrigado1
 
 
QUEM SOMOS | COMO ANUNCIAR | FALE CONOSCO
Destaque: 14/12 |
NOTÍCIAS
 
Prefeituráveis de Mococa poderão gastar até R$ 108 mil. Vereadores, R$ 34 mil
Cidade - 29/07/2016

O Tribunal Superior Eleitoral, o TSE, está divulgando os limites oficiais de gastos de campanha e contratação de pessoal que valerão para as eleições municipais de 2 de outubro, que elegerão os novos prefeito e vereadores.

Em Mococa, os candidatos a prefeito poderão gastar até R$ 108.039,06 e contratar direta ou terceirizadamente até 324 pessoas para atividades de militância e mobilização de rua.

Já os candidatos a vereador em Mococa deverão observar o limite de R$ 34.756,52 em gastos, podendo contratar até 162 pessoas para trabalhar em suas campanhas.

Na divulgação dos limites oficiais de gastos de campanha e contratação de pessoal para as eleições 2016 em Mococa, o TSE está considerando que 53.827 eleitores mocoquenses estão aptos a votar.

As regras para os limites de gastos de campanha e contratação de pessoal estão previstas na Lei das Eleições e os valores foram atualizados pelo TSE de acordo com a variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor da Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (período de outubro de 2012 a junho de 2016).

De acordo com levantamento feito pelo mococa24horas.com.br junto ao Tribunal Superior Eleitoral, os limites de despesas dos candidatos aos cargos de prefeito e vereador em Mococa foram definidos em 70% dos maiores gastos declarados nas eleições de 2012, que foi de R$ 122.246,95, na campanha da atual prefeita Maria Edna Gomes Maziero/PSD; e de R$ 37.120,00, na campanha de vereadores.

População tem que fiscalizar gastos eleitorais – A respeito da fixação dos limites de gastos, o presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes, destacou em nota que a Justiça Eleitoral e a sociedade terão importante papel na fiscalização da aplicação dos recursos eleitorais. "Nós não dispomos de fiscais na Justiça Eleitoral para dar atenção a todos eles [gastos]. A própria sociedade terá que fiscalizar. E como a disputa é muito acirrada, já que as disputas em municípios são, às vezes, mais acirradas que as nacionais, então é provável que haja ânimo de violar a legislação, especialmente na ausência de uma fiscalização mais visível. Por isso, a própria comunidade terá que se incumbir dessa tarefa”, afirma.

 

Leia também:

http://mococa24horas.com.br/noticias/det/2014/candidatos-a-prefeito-de-mococa-poderao-gastar-r-855-mil

 

 

 

 

(Foto ilustrativa: reprodução)

 

Este site foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 3.0 Não Adaptada.

Permitida a reprodução apenas se citadas a fonte e autoria: www.mococa24horas.com.br

 
 
 Voltar  Topo  Imprimir
 
 
CLASSIFICADOS
booked.net
DINHEIRO
HUMOR
BLOG