obrigado1
 
 
QUEM SOMOS | COMO ANUNCIAR | FALE CONOSCO
Destaque: 24/08 |
NOTÍCIAS
 
Saberes Rurais é tema de seminário internacional
Região - 13/05/2014

O projeto “Critérios e metodologias para realização do inventário sobre o patrimônio cultural rural paulista” pela Fapesp, apresentou nesta segunda-feira, 12, estudos correlatos à formatação do software para desenvolvimento para a web, “Memória Virtual”, que tem como principal objetivo catalogar em sistema padronizado a identificação de informações de bens patrimoniais com a participação do próprio usuário, que define se as informações poderão se tornar públicas ou reservadas, sob consulta de autorização pelo proprietário.

O intuito dessa realização favorece localizar e assegurar a devolução de bens móveis em caso de extravio, roubo ou furto, como, também, perpetuar o conhecimento acerca do patrimônio histórico e cultural compreendido nas propriedades rurais em conservação para preservação da memória de seus bens patrimoniais materiais e imateriais.  O software para a web está em fase de testes de catalogação, que terá metodologia ISO em padrão similar ao tesauros, muito utilizado por museus nacionais e internacionais no cadastramento de obras e de objetos, linguagem e vocabulário, que será concluído em glossário enriquecido com fotografias, gravuras, pinturas e ilustrações, associado ao tema mais relevante para a preservação da memória de longo prazo com armazenamento em um sistema de memórias que permite atualização e reinterpretação subjetiva por meio de mapa de uso individual com acesso coletivo-social que permite o acesso à documentação a ser disponibilizada.

O I Seminário Internacional de Organização do Conhecimento e Saberes Rurais promoveu o I Encontro Reconhecendo a Fazenda Histórica Santa Maria do Monjolinho (foto), datada de 1850, patrimônio histórico tombado pelo CONDEPHAAT, como objeto de estudo dentre o agrupamento de pouco mais de uma dezena de fazendas em estudo de levantamento, localizadas no oeste paulista.

Presenças - Dentre as palestrantes, a profa. dra. Maria da Graça Melo Simões, da Universidade de Coimbra (Portugal); a profa. dra. Nair Kobashi da USP São Paulo; dra. Silvia Maria do Espírito Santo da USP Ribeirão Preto; ms. Rosaelena Scapeline, da Unicamp de Campinas; dra. Luzia Sigoli Fernandes Costa e a dra. Luciana de Souza Gracioso, ambas da Ufscar em São Carlos, que compuseram a comissão organizadora do seminário com um ciclo de oficinas técnicas para pesquisadores sobre linguagem do ambiente rural, programado para a terça-feira, 13, na Ufscar, e na quinta-feira, 15, na USP Ribeirão Preto.

Registro - Entre as palestrantes, o publicitário Théo Bratfisch (na foto em destaque, ao lado das palestrantes), conselheiro da AMITur – Associação dos Municípios de Interesse Cultural e Turístico, membro-fundador da Câmara Setorial de Turismo Rural da Secretaria de Estado do Turismo, que, em abril, protocolou junto ao COMPPHARA, Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, em Araraquara, requerimento do tombamento para estudos de preservação do distrito rural de Bueno de Andrada pelo IPHAN, Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, quando apresentou justificativas plausíveis aos membros do conselho do município, com o objetivo de evitar demolições e intervenções no patrimônio histórico e cultural no entorno da localidade rural, visando o desenvolvimento sociocultural e econômico-sustentável pelo turismo rural, que gera empregos e renda, considerando que o turismo é um fenômeno multiplicador de postos de trabalho e sinônimo de progresso como essência da perene contrapartida oferecida à população.

 

(Fotos: divulgação)

 

Este site foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 3.0 Não Adaptada.

Permitida a reprodução apenas se citadas a fonte e autoria: www.mococa24horas.com.br

 

 
Palestrantes-TheoBratfisch-SeminarioSabresRurais.JPG
 
 Voltar  Topo  Imprimir
 
 
CLASSIFICADOS
booked.net
DINHEIRO
HUMOR
BLOG