obrigado1
 
 
QUEM SOMOS | COMO ANUNCIAR | FALE CONOSCO
Destaque: 23/10 |
NOTÍCIAS
 
Operação contra facção criminosa prende 2 na região
Polícia - 16/06/2018

As secretarias da Segurança Pública e Administração Penitenciária, em conjunto com o Ministério Público, prenderam nesta quinta-feira, dia 14, 65 pessoas, durante a Operação Interestadual “Echelon”, realizada para cumprimento de ordens judiciais. Do total de presos, dois foram em flagrante e 63 por mandados, sendo que 51 pessoas já estavam detidas em unidades prisionais.

Policiais civis de Mococa (foto) e de São José do Rio Pardo prenderam em Guaxupé/MG uma mulher e um homem suspeitos de integrarem uma facção criminosa, sendo que foi apreendido 1 kg de maconha com a mulher.  

Operação “Echelon” – Nota da Secretaria de Segurança Pública detalha a operação policial, denominada de “Echelon”: “Após cerca de um ano de investigação, a ação foi realizada visando o cumprimento de inúmeras ordens judiciais de prisão e apreensão nos estados de São Paulo, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio Grande do Sul, Pará, Alagoas, Minas Gerais, Goiás, Tocantins, Roraima, Rio Grande do Norte, Acre, Amapá e Maranhão.

“O objetivo principal da ação era identificar os componentes que formavam o segundo escalão de comando da facção. Além disso, atuamos para desarticular e evitar a ascensão do grupo”, destacou o delegado-geral em exercício Júlio Guebert. “Até o momento já cumprimos 63 mandados de prisão”, completou.

A Polícia Civil foi acionada pela Secretaria de Administração Penitenciária (SAP), que detectou a comunicação de presos com integrantes de facção criminosa fora das unidades prisionais. Segundo apurado, os detidos produziam manuscritos e jogavam pelo vaso sanitário até chegar à rede de esgoto e alcançar integrantes externos.

“A partir do momento que detectamos a forma de diálogo da facção, simulamos um problema no esgoto e colocamos telas nessas redes até colhermos fragmentos de manuscritos nos esgotos da Penitenciária II de Presidente Venceslau”, explicou Lourival Gomes, secretário da Administração Penitenciária.

De acordo com o delegado Pablo França, do Departamento de Polícia Judiciária do Interior 8 (Deinter 8), com os bilhetes interceptados foi possível identificar sete líderes da organização criminosa. “As investigações avançaram até a constatação da existência da célula 'Sintonia de outros Estados e Países'”, detalhou.

Durante a atuação de campo foram cumpridas 55 ordens de busca e apreensão e 63 de prisão, sendo que 51 pessoas já estavam detidas em unidades prisionais e outras 12 foram presas hoje. Além disso, mais duas pessoas foram presas em flagrante por tráfico de entorpecentes e porte ilegal de armas. 

Ao longo da ação, sete detidos foram transferidos ao Regime Disciplinar Diferenciado (RDD). No decorrer das investigações, foram apreendidas mais de uma tonelada de drogas. Também foi preso um dos líderes dessa célula criminosa, no aeroporto de Guarulhos, quando retornava da Bahia, em 10 de maio deste ano.

De acordo com Lincon Gakiya, promotor do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco) de Presidente Prudente, desde o início da ação contra essa célula, o Ministério Pública tem participado. “Estamos judicializando as prisões e evitando que esses presos voltem a atuar dentro da facção”, concluiu”.

 

(Foto: Polícia Civil/divulgação)

 

Este site foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 3.0 Não Adaptada.

Permitida a reprodução apenas se citadas a fonte e autoria: www.mococa24horas.com.br

 
 
 Voltar  Topo  Imprimir
 
 
CLASSIFICADOS
booked.net
DINHEIRO
HUMOR
BLOG