obrigado1
 
 
QUEM SOMOS | COMO ANUNCIAR | FALE CONOSCO
Destaque: 15/10 |
NOTÍCIAS
 
102 reeducandos de Mococa disputam Encceja
Cidade - 21/09/2018

O Encceja para Jovens e Adultos para Pessoas Privadas de Liberdade 2018 foi aplicado nesta terça e quarta-feira, dias 18 e 19, pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, o Inep, em presídios e unidades socioeducativas em todo o País.

Segundo informações da Secretaria de Administração Penitenciária, a SAP, “No Estado de São Paulo, inscreveram-se para fazer as provas 24.029 pessoas presas em unidades da Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) –33,79% do total de presos inscritos em todo o país. Em São Paulo, houve um crescimento de 8,97% no número de inscritos em relação o ano passado. Houve também um aumento no comparecimento efetivo no dia da prova  - o percentual médio de comparecimento foi de 79,82%, maior que o do ano passado, que foi de 68,18%. O Centro de Ressocialização de Mococa teve 102 inscritos.”

“As provas do Encceja Nacional PPL foram realizadas em dois turnos, tanto para o ensino fundamental, quanto para o ensino médio. Será certificado o participante que atingir o mínimo de 100 pontos em cada uma das áreas de conhecimento e atingir o mínimo de cinco pontos na prova de redação adicionalmente à nota mínima em Língua Portuguesa, Língua Estrangeira Moderna, Artes e Educação Física; no caso do Ensino Fundamental; e em Linguagens e Códigos e suas Tecnologias; no caso do Ensino Médio. Os participantes podem conseguir dois documentos por meio do Encceja. O Certificado de Conclusão é para o participante que conseguir a nota mínima exigida nas quatro provas objetivas e na redação.

Já a Declaração Parcial de Proficiência é para o participante que conseguir a nota mínima exigida em uma das quatro provas, ou em mais de uma, mas não em todas. O participante pode conseguir o certificado de conclusão em uma única edição ou ao conquistar as declarações de proficiência das quatro áreas de conhecimento, em edições diferentes do Encceja. O Inep elabora, aplica e corrige as provas, mas a certificação é competência das Secretarias Estaduais de Educação e dos Institutos Federais de Educação Ciência e Tecnologia que tiverem assinado termo de adesão ao Encceja com o Inep”, informa em nota a SAP.

Sobre o Encceja Nacional PPL – “O Exame é destinado a pessoas submetidas a penas privativas de liberdade e jovens sob medida socioeducativa que inclua privação de liberdade. Cada unidade prisional e socioeducativa conta com um responsável pedagógico para representar os participantes na inscrição e certificação. Ele é o responsável pela inscrição e por repassar todas as informações necessárias aos participantes. Para participar do Encceja PPL é preciso ter, no mínimo, 15 anos de idade para quem busca a certificação do Ensino Fundamental; e 18 anos para quem busca a certificação do Ensino Médio. O Encceja PPL é aplicado pelo Ministério da Educação, por meio do Inep, em parceria com o Ministério da Justiça, por meio do Departamento Penitenciário Nacional (Depen).  

Com a aprovação no Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos, o Encceja, é possível conseguir o certificado de conclusão no ensino fundamental ou no médio. Para quem estudou de maneira irregular ou teve dificuldades para conseguir concluir os estudos, o Encceja é a chance de completar essa fase de maneira mais rápida”.

 

 

(Foto: SAP/divulgação)

 

Este site foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 3.0 Não Adaptada.

Permitida a reprodução apenas se citadas a fonte e autoria: www.mococa24horas.com.br

Com informações da Secretaria de Administração Penitenciária

 
 
 Voltar  Topo  Imprimir
 
 
CLASSIFICADOS
booked.net
DINHEIRO
HUMOR
BLOG