obrigado1
 
 
QUEM SOMOS | COMO ANUNCIAR | FALE CONOSCO
Destaque: 11/12 |
NOTÍCIAS
 
Dependência da internet já atinge 10% da população
Geral - 13/07/2014

A dependência da internet atualmente é um dos maiores desafios para psiquiatras e psicólogos. A doença, ainda sem possuir um diagnóstico oficial, se manifesta como uma inabilidade para controlar o uso e o envolvimento crescente com a Internet, por meio de computadores, tablets e smartphones, que conduzem a uma perda progressiva de controle e aumento do desconforto emocional.

Segundo o psicólogo do Ambulatório Integrado dos Transtornos do Impulso (PRO-AMITI) do Instituto de Psiquiatria do HC/FMUSP, Cristiano Nabuco, com as facilidades de acesso e estímulos cada vez maiores, muitos pais transformaram a Internet em babá eletrônica. Atualmente temos um problema subestimado no Brasil. "O grupo do Ipq é pioneiro no Brasil e precisamos disseminar o conhecimento que temos levantado sobre o assunto", afirma Nabuco.

O especialista explica que cerca de 10% da população usuária de computadores é considerada Dependente de Internet. "Alguns critérios para avaliação da dependência já estão estabelecidos", explica. Para ser considerada dependente, a pessoa precisa apresentar cinco dos seguintes itens: preocupação excessiva com a Internet; necessidade de aumentar o tempo conectado para ter a mesma satisfação; exibir esforços repetidos para diminuir o tempo de uso da Internet; apresentar irritabilidade e/ou depressão; quando o uso da Internet é restringido, apresentar labilidade emocional (Internet como forma de regulação emocional). E, pelo menos um dos três últimos descritos: permanecer mais conectado do que o programado; ter o trabalho e as relações familiares e sociais em risco pelo uso excessivo; mentir aos outros a respeito da quantidade de horas conectadas.

São vários os tipos de dependência observados: mails, chats (salas de bate-papo), jogos on-line, compras, sites com conteúdo especifico (eróticos, de relacionamento, bolsa de valores, busca de informações etc.).

"No Brasil o assunto ainda é muito insipiente. Em países como a Coréia do Sul, por exemplo, já existem mais de 150 centros de tratamento para a Dependência da Internet", conclui Cristiano Nabuco.

Curso sobre dependência da internet - Entre agosto e novembro, acontece o II Curso de Clínica Psiquiátrica do Instituto de Psiquiatria HCFMUSP (IPq), em São Paulo, que vai abordar os estudos que apontam quais são considerados os fatores preditores para o uso abusivo da Internet e as principais consequências sociais e familiares.

O curso é voltado para profissionais com curso superior que desejam aprofundar seu conhecimento sobre a prática da psiquiatria e é subdividido em três níveis de especialização: profissionais não médicos e médicos não psiquiatras que desejam conhecer melhor os princípios e as diretrizes da Psiquiatria Moderna; residentes de Psiquiatria, médicos de Saúde da Família e Comunidade e médicos de outras especialidades interessados em capacitação psiquiátrica voltada para prática generalista; Psiquiatras, Psicólogos e Profissionais de Saúde Mental que já concluíram sua especialização e estão interessados em atualização.

 

 

(Foto: reprodução)

 

Este site foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 3.0 Não Adaptada.

Permitida a reprodução apenas se citadas a fonte e autoria: www.mococa24horas.com.br

 
 
 Voltar  Topo  Imprimir
 
 
dengue1 classificados2 institucional
CLASSIFICADOS
DINHEIRO
HUMOR
BLOG