obrigado1
 
 
QUEM SOMOS | COMO ANUNCIAR | FALE CONOSCO
Destaque: 18/11 |
NOTÍCIAS
 
Baixa umidade do ar deixa Mococa em estado de alerta
Cidade - 21/09/2019

Desde segunda-feira, dia 9, Mococa vem registrando índice de umidade relativa do ar abaixo de 20%, o que colocou o município em estado de alerta. Os avisos vem sendo dados pela Defesa Civil do Estado de São Paulo, que recomenda à população que se hidrate mais e não coloque fogo em terrenos, lixos e entulhos – alertando que é crime ambiental e pode provocar incêndios –.

As principais recomendações para enfrentar a baixa umidade do ar, além de aumentar a ingestão de líquidos, é evitar a prática de atividades físicas entre 10h00 e 16h00; não tomar banhos prolongados com água quente; descartar o uso excessivo do ar-condicionado; ter toalhas molhadas e bacias nos quartos com água; usar roupas leves; e pingar duas gotas de soro fisiológicos nas narinas, sendo que idosos e crianças merecem uma atenção especial, uma vez que são os mais afetados.

A Organização Mundial da Saúde estabelece que índices de umidade relativa do ar inferiores a 60% não são adequados para a saúde humana.

O que é umidade relativa do ar? – Segundo informações do Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas aplicadas à Agricultura (Cepagri), da Universidade de Campinas (Unicamp), “A umidade relativa do ar significa, em termos simplificados, o quanto de água na forma de vapor existe na atmosfera no momento em relação ao total máximo que poderia existir, na temperatura observada. A umidade do ar é mais baixa principalmente no final do inverno e início da primavera, no período da tarde, entre 12 e 16 horas. A umidade fica mais alta sempre que chove devido à evaporação que ocorre posteriormente, em áreas florestadas ou próximas aos rios ou represa, quando a temperatura diminui (orvalho).”

Os níveis de umidade do ar – O Cepagri listou os níveis de umidade do ar, confira:

Entre 21 e 30% - Estado de Atenção

Cuidados a serem tomados:

- Evitar exercícios físicos ao ar livre entre 11 e 15 horas;

- Umidificar o ambiente através de vaporizadores, toalhas molhadas, recipientes com água, molhamento de jardins, etc.;

- Sempre que possível permanecer em locais protegidos do sol, em áreas vegetadas, etc.;

- Consumir água à vontade.

Entre 12 e 20% - Estado de Alerta

Cuidados a serem tomados:

- Observar as recomendações do estado de atenção;

- Suprimir exercícios físicos e trabalhos ao ar livre entre 10 e 16 horas;

- Evitar aglomerações em ambientes fechados;

- Usar soro fisiológico para olhos e narinas.

Abaixo de 12% - Estado de Emergência

Cuidados a serem tomados:

- Observar as recomendações para os estados de atenção e de alerta;

- Determinar a interrupção de qualquer atividade ao ar livre entre 10 e 16 horas como aulas de educação física, coleta de lixo, entrega de correspondência, etc.;

- Determinar a suspensão de atividades que exijam aglomerações de pessoas em recintos fechados como aulas, cinemas, etc., entre 10 e 16 horas;

- Durante as tardes, manter com umidade os ambientes internos, principalmente quarto de crianças, hospitais, etc.”. 

 

 

 

(Foto ilustrativa: reprodução/Internet)

 

Este site foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 3.0 Não Adaptada.

Permitida a reprodução apenas se citadas a fonte e autoria: www.mococa24horas.com.br

 
 
 Voltar  Topo  Imprimir
 
 
CLASSIFICADOS
booked.net
DINHEIRO
HUMOR
BLOG