obrigado1
 
 
QUEM SOMOS | COMO ANUNCIAR | FALE CONOSCO
Destaque: 30/11 |
NOTÍCIAS
 
Lançada nota de R$ 200,00, com imagem do lobo-guará
Geral - 12/09/2020

Foi lançada oficialmente nesta quarta-feira, dia 2, a nota mais valiosa do Real (R$), a de R$ 200,00 (foto), e o lobo-guará, que habita Mococa e região Noroeste do Estado, ilustra a nova cédula. Basicamente de cor cinza, a cédula homenageia o lobo-guará, animal da fauna brasileira, típico do cerrado e ameaçado de extinção.

A nota já entrou em circulação nas principais capitais do País com o objetivo de movimentar a economia do País, é a sétima da família de notas do Real (que já tem as notas de R$ 2,00, R$ 5,00, R$ 10,00, R$ 20,00, R$ 50,00 e R$ 100,00) e, segundo o Banco Central, serão produzidas neste ano 450 milhões de unidades.

Conheça a nova nota e se proteja de falsificações – Para conhecer as características da nova nota, como marca-d-água, número que muda de cor, número escondido e auto relevo, o Banco Central lançou a seguinte campanha para orientar a população, confira: https://www.youtube.com/watch?v=cVEVpiczhVI

Sobre o lobo-guará – A homenagem ao lobo-guará deve despertar o interesse pela conservação do maior canídeo da América do Sul. Segundo o Instituto Pró-Carnívoros, que desenvolve projeto sobre a espécie na região Noroeste do Estado de São Paulo, “É o mais popular carnívoro do cerrado brasileiro, esse canídeo distinto é impossível de ser confundido com qualquer outro. A pelage é geralmente um vermelho-dourado forte e longos pêlos pretos formam uma crina que se estende da porção posterior da cabeça até a altura dos ombros. Possui orelhas grandes e eretas, membros alongados e caminhar peculiar. Possuem também uma coloração preta na porção terminal das patas e no focinho. O pescoço e ponta da cauda são brancos.

Habitam áreas de vegetação aberta incluindo campos, cerrados e florestas de cerrado. São encontrados ao longo da América do Sul Central, desde o nordeste do Brasil até o norte do Uruguai. No Brasil, habitam praticamente em todo o cerrado e nas áreas de campos da região sul. Hoje em dia, também têm sido encontrados em áreas desmatadas da Amazônia (Mato Grosso e Rondônia) e da Mata Atlântica (São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro). No Estado de São Paulo, por exemplo, são encontrados nos municípios de Mococa, Caconde, São José do Rio Pardo, Mogi Guaçu, dentre outras”.

“Suas populações têm sofrido declínio significativo, com perda de habitat sendo a principal ameaça a esta espécie. A caça também já levou populações ao declínio pelo fato de crenças populares sobre partes do corpo desse animal. Com a expansão da agricultura, o aumento de conflitos devido a predações ocasionais do lobo-guará sobre animais domésticos tem causado grandes pressões sobre as populações remanescentes. Atropelamentos também são importantes causas de mortalidade em algumas populações (Paula et al. 2008). Eles são classificados pela IUCN (União Internacional para a Conservação da Natureza) como quase ameaçados / espécie de baixo risco, e pelo IBAMA, como ameaçado por extinção (Vulnerável)”, alerta o IPC.

 

(Foto: Banco Central/divulgação)

 

Este site foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 3.0 Não Adaptada.

Permitida a reprodução apenas se citadas a fonte e autoria: www.mococa24horas.com.br

 
 
 Voltar  Topo  Imprimir
 
 
CLASSIFICADOS
booked.net
DINHEIRO
HUMOR
BLOG