obrigado1
 
 
QUEM SOMOS | COMO ANUNCIAR | FALE CONOSCO
Destaque: 06/12 |
NOTÍCIAS
 
Operação desmonta esquema de tráfico em São José do Rio Pardo
São José do Rio Pardo - 07/11/2020

O portal de notícias da TV Globo, g1.globo.com, G1 São Carlos e Araraquara, está informando que nesta sexta-feira, dia 6, a Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes de Casa Branca apreendeu quase 260 kg de drogas, 1 aeronave, combustível, 3 veículos e prendeu 2 homens em São José do Rio Pardo. A investigação começou em setembro após queda de avião com drogas entre o distrito de Igaraí, em Mococa, e Tapiratiba.

“A Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes (Dise) de Casa Branca (SP) apreendeu quase 260 quilos de drogas, uma aeronave, combustível e três veículos na noite de sexta-feira (6), em São José do Rio Pardo (SP). Dois homens foram presos.

Os suspeitos foram encaminhados para a Cadeia Pública de Casa Branca, onde aguardam audiência de custódia. O G1 não conseguiu contato com a defesa deles.

Mandados de busca e apreensão

De acordo com o boletim de ocorrência, as equipes realizaram mandados de busca e apreensão em uma propriedade no Distrito Industrial da cidade, onde foram encontrados 148,272 quilos de maconha, divididos em 177 tabletes, 101,976 kg de cocaína, divididos em 90 tabletes, além de 9,224 kg de crack, divididos em 9 tabletes.

Na casa de um suspeito, na Rodovia Lupércio Torre, a Polícia Civil apreendeu 1.360 litros de combustíveis de aviões de pequeno porte e duas caminhonetes. Além de computadores, tablet, celulares, chips de celular, bloqueadores de sinal GPS, documentos falsos, correntes de ouro e cadernos com anotações suspeitas.

Na sequência, uma aeronave foi encontrada no hangar do aeroporto do município. A suspeita é que ela teria sido usada para o transporte da droga apreendida.

Suspeita de tráfico internacional

Segundo o delegado Wanderley Fernandes Martins, a polícia chegou aos locais e aos homens após trabalhos de inteligência policial sigilosos. Há suspeita de um esquema de tráfico internacional envolvendo a Bolívia, que faz divisa com o Mato Grosso, local de onde vinha a droga. "Chegava em São José do Rio Pardo e era distribuída para vários pontos. Nós, agora, a partir das investigações, vamos dar continuidade, iremos averiguar justamente isso, o destino dessa droga", afirmou.

Um dos presos é um piloto de avião morador de Rio Pardo, que estaria iniciando trabalho dentro da organização criminosa fazendo o transporte de drogas, segundo o delegado. Ele deve responder por tráfico de drogas e associação ao tráfico.

O outro, também de Rio Pardo, seria o responsável por receber a droga. "Ele falou que aquela carga apreendida é avalida em R$ 5 milhões", disse Martins. O homem também deve responder por tráfico, associação ao tráfico e receptação por conta de um carro encontrado no local com sinais de adulteração.

Queda de aeronave em setembro

Ainda de acordo com o boletim de ocorrência, as investigações começaram após um avião de pequeno porte com drogas cair em uma área rural, no dia 12 de setembro, na região entre o distrito de Igaraí, no município de Mococa, e Tapiratiba, a 270 km de São Paulo.

Na ocasião, foram encontrados 7,2 kg de cocaína na aeronave. A Dise ainda não informou a relação entre os casos”.

 

(Foto: reprodução: G1 São Carlos e Araraquara/Dise de Casa Branca/Divulgação)

 

Fonte e autoria da notícia: G1 São Carlos e Araraquara

 
 
 Voltar  Topo  Imprimir
 
 
CLASSIFICADOS
booked.net
DINHEIRO
HUMOR
BLOG