obrigado1
 
 
QUEM SOMOS | COMO ANUNCIAR | FALE CONOSCO
Destaque: 24/11 |
NOTÍCIAS
 
Novo radar entre Mococa e S.José começa a funcionar
Região - 09/01/2015

O portal de notícias da Globo, g1.globo.com, São Carlos e Araraquara, está informando que um novo radar começou a funcionar nesta quinta-feira, 8, no km 16 da Rodovia SP-207, que liga Mococa a São José do Rio Pardo. No ano passado foram registrados 34 acidentes no trecho:

Um novo radar começou a funcionar nesta quinta-feira (8) no km16 da Rodovia Homero Correa Leite (SP-207), que liga São José do Rio Pardo à Mococa (SP). Em 2014, foram registrados 34 acidentes de trânsito com vítima no trecho. A velocidade máxima permitida no local é de 60 km/h.

O equipamento foi instalado a 30 metros do acesso ao bairro Buenos Aires. Segundo o Departamento de Estradas de Rodagem (DER), a medida foi tomada para dar mais segurança aos motoristas, já que o risco de acidentes no trecho é alto.

De acordo com o Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran-SP), o motorista que exceder 20% da velocidade paga multa de R$ 86,13 e perde quatro pontos na carteira. Se o motorista for pego muito acima da velocidade permitida, a multa pode variar de R$ 191,54 a R$ 957,70. Nesse caso, a infração é considerada gravíssima, o carro é apreendido e a carteira de habilitação suspensa.

Segurança - A encarregada de almoxarifado com Ana Claudia Morgan Ratz contou que é comum os acidentes na região. “As pessoas não respeitavam, passam rápido e com esse radar as pessoas ficaram mais conscientes, andando mais devagar”, disse.

O motorista Carlos Donizette Garcia já viu uma mudança de comportamento depois que o radar foi instalado. “Esse acesso aqui era um pouco mais perigoso antes de colocar o radar e acontecia muito acidente. Agora já melhor um pouco, mas ainda pode melhorar”, contou.

O professor Rafael Kocian passa todos os dias pela rodovia e acha que, além da fiscalização eletrônica, a entrada para o bairro precisa de melhorias. “Infelizmente por aqui ser uma rodovia e um bairro muito populoso tem muita entrada de carros e as pessoas não respeitam. Alguns passam em alta velocidade, entram direto ou cortam a rodovia sem parar no acostamento”, reclamou.

A maquiadora Tamiris Cristina Almeida da Silva Souza perdeu o marido há um ano e meio depois de um acidente na rotatória que fica a 700 metros do equipamento de segurança. Para ela, uma rotatória no acesso ao bairro Buenos Aires é uma boa medida.

“Precisa fazer uma rotatória descente porque não tem. Eles só fizeram uma ‘entradinha’. Os também motoristas têm que respeitar mais, parar onde tem que parar, esperar onde tem que esperar. Foi o que aconteceu no caso dele, o motorista não esperou e cortou a frente dele”, reclamou Tamiris”.

 

(Fotos: Eder Ribeiro/EPTV/divulgação)

 

Este site foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 3.0 Não Adaptada.

Permitida a reprodução apenas se citadas a fonte e autoria.

 
2.JPG
 
 Voltar  Topo  Imprimir
 
 
CLASSIFICADOS
booked.net
DINHEIRO
HUMOR
BLOG